domingo, 24 de novembro de 2013

Viva Walter Benjamin!

99% das pessoas que conheço - para mais ou para menos - adoram apontar o dedo em direção ao alheio, sem ao menos aparar as próprias unhas. Em entrevista recente sobre Walter Benjamin, o brasileiro Michael Löwy lembrou muito bem como dívida e culpa são os ingredientes fundamentais do mundo em que (infra)vivemos.

II

Ultimamente, há uma enorme confusão entre ética e moral - com prejuízo maior para aqueles tão orgulhosos de eleger determinado jogador de futebol como seu mártir milionário e ícone insuperável de "sucesso". Tratem de cuidar bem de seus professores, especialmente aqueles em que detectarem efetivo conhecimento, paixão pelo que fazem e respeito pelo auditório: este, invariavelmente múltiplo.