quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

Metas para 2015

Voltar a estudar piano (e contrabaixo elétrico); gravar as partituras guardadas em pastas; publicar livros "úteis" (do ponto de vista didático), mais alguns versos e outras crônicas; cozinhar mais; realocar livros, cds, dvds e demais objetos (graúdos ou miúdos) neste castelo de 40 metros quadrados; dispor os móveis, os instrumentos musicais e a bicicleta de modo a favorecer a entrada, a passagem e permanência das luzes; ler mais romances;  assistir a mais e melhores filmes. Ligar com mais frequência para minha mãe e meu irmão; visitar mais vezes o “tio” Luiz, a “tia” Pedrília, o Fábio e a Chris, em Tietê; trocar mais palavras com meus tios e primos; rever os amigos da “Thurma do muro”; manter a interlocução com colegas e ex-colegas de outras instituições de ensino. Estudar variados assuntos, incluindo manuais de retórica antiga; capítulos da história luso-brasileira nos tempos da colonização; psicanálise freudiana e lacaniana; romances de Agatha Christie protagonizados por Hercule Poirot; a prosa de José Saramago. Cuidar da saúde, para fazer mais e melhor pelo planeta, incluindo valorizar aqueles que, de fato, tenham múltiplos valores - especialmente a solidariedade e a capacidade de articular ideias sem o pseudo amparo do sobrenatural, do aquém ou do alheio.